BIGUAÇU CONTRA A PARALISIA INFANTIL

BIGUAÇU CONTRA A PARALISIA INFANTIL

Na última segunda-feira (13/06), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, também conhecida como Paralisia Infantil, entrou em sua 33ª edição, com a expectativa de imunizar em todo o país mais de 14 milhões de crianças com menos de cinco anos de idade. Em Biguaçu, a meta é vacinar pelo menos 95% das 3.907 crianças incluídas nesta faixa etária. A vacinação vai até o dia 29 deste mês, podendo se estender até 06 de julho, e o dia “D” da campanha será neste sábado (16/06).
A poliomielite, ou paralisia infantil, é uma doença infecto-contagiosa causada pelo poliovírus, e atinge principalmente crianças. A contaminação ocorre por via fecal-oral, ou seja, pelo contato direto com as fezes ou secreções expelidas pela boca das pessoas infectadas.
“A maior parte das infecções é assintomática. Quando ocorrem, os sinais são parecidos com os de outras doenças virais, como gripe, febre e dor de garganta, náusea, vômito, constipação, dor abdominal e, raramente, diarréia. Cerca de 1% dos infectados pode apresentar paralisia nos membros inferiores, cuja principal característica é a perda de força muscular e dos reflexos”, explica a Enfermeira Aline Piaceski Arceno, Coordenadora da Vigilância Epidemiológica e Imunização da Secretaria Municipal de Saúde de Biguaçu.
A poliomielite pode ser evitada por meio da vacinação e de hábitos de higiene pessoal, que previnem também contra outros tipos de doenças transmitidas por contaminação fecal de água e alimentos.
De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Leandro Adriano de Barros, o Brasil está há 23 anos livre da doença, e para continuar sendo área livre da poliomielite toda criança menor de cinco anos de idade deve tomar as gotinhas, independente de já ter sido vacinada anteriormente. “Em Biguaçu estão sendo preparados, além de todas as Unidades de Saúde, mais 06 pontos extras para vacinação, facilitando o acesso à população em todo o município”, ressalta Leandro.
A equipe da Vigilância em Saúde, com auxílio das Unidades de Saúde, já iniciou a vacinação nas creches do município. Até hoje (15/06), 17 creches serão visitadas pela equipe.
Pais e responsáveis, que não vacinarem seus filhos na creche, devem levá-los com a caderneta de saúde até a unidade mais próxima para vacinar, aproveitando a oportunidade para colocar em dia eventuais vacinas que estejam atrasadas. A vacina é um direito da criança!

Leia mais em www.jbfoco.com.br

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments