COMERCIANTES PEDEM O FIM DOS MENDIGOS NA PRAÇA DE BIGUAÇU

COMERCIANTES PEDEM O FIM DOS MENDIGOS NA PRAÇA DE BIGUAÇU

Os comerciantes que possuem suas instalações ao redor da Praça Nereu Ramos, em Biguaçu estão indignados com o grande número de mendigos na região, que tem prejudicado o comércio, trazendo insegurança e reduzindo o número de clientes.

Nas últimas semanas, inclusive, aumentou o número de pequenos delitos, como roubos de comidas, bebidas e trocados. “Não são ladrões vorazes. O que nos leva a crer, que são os mendigos que ficam na praça”, conta um dos comerciantes.

Prova da falta de insegurança é que na última quinta-feira (10/05), a filha de um comerciante foi agredida por uma mendiga.

“A mesma pediu comida, foi dado comida a ela, mas ela teve a petulência de pegar comida dos clientes que estavam no local. Foi pedido para ela se retirar e num ato de violência ela acabou gerando um atrito físico e corporal e machucando minha filha e funcionária, no pescoço, jogando- a contra alguns utensílios”, conta o comerciante.

Segundo ele foi feita uma ocorrência policial, mas como a agressora não foi localizada, os investigadores não puderam fazer nada.

Ele conta ainda que foi até a Secretaria de Assistência Social, mas a secretária disse não ter condições de fazer o encaminhamento dessas pessoas, porque estas são geralmente agressivas e acabam agredindo as assistentes sociais.

A Secretária sugeriu que fosse pedido a ACIBIG para que esta fizesse uma solicitação perante o prefeito para dar mais suporte à secretaria de assistência, para que esta possa ir a campo e agir.

Os comerciantes da Praça de Biguaçu estão se sentindo completamente acuados diante dos últimos acontecimentos, já que os mendigos geram situações embaraçosas aos clientes.

Leia mais em www.jbfoco.com.br

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments