Inauguração do Hospital de Biguaçu

A tão aguardada inauguração do Hospital Regional de Biguaçu Helmuth Nass ocorreu na manhã desta quarta-feira (26/08) diante de um grande número de moradores da região e autoridades, entre elas o prefeito Ramon Wollinger, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, o governador Raimundo Colombo, o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, e o secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing.

O Hospital Regional de Biguaçu vai transformar em definitivo o atendimento à saúde na região da Grande Florianópolis, que há cerca de 30 anos não recebe uma nova estrutura hospitalar pública.

Também estiveram presentes prefeitos de outros municípios da região, deputados estaduais e vereadores, além do ex-prefeito de Biguaçu, José Castelo Deschamps, e a viúva de Helmuth Nass, Zélia Nass, que receberam homenagens durante a solenidade.

A ativação da unidade irá acontecer em três etapas: nesta quinta-feira (27/08), serão iniciados os atendimentos do ambulatório com oito especialidades (Dermatologia, Endocrinologia, Neurologia, Pneumologia, Reumatologia, Otorrinolaringologia, Urologia e Cardiologia); na segunda fase, daqui a 60 dias, a internação clínica e cirurgias de baixa e média complexidade; e na terceira etapa entrará em funcionamento a UTI, num prazo de 120 dias.

Portaria assinada garante R$ 14,9 milhões anuais

Vice-governador Eduardo Moreira, prefeito Ramon Wollinger, governador Raimundo Colombo, ministro Arthur Chioro, e a viúva de Helmuth Nass, Zélia - Foto Isaac Damásio SECOMDurante o ato, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, assinou a portaria que garante o repasse de recursos federais para a manutenção anual do hospital, no valor de R$ 14.980.731,84. O custeio mensal será de R$ 2,6 milhões, sendo 50% oriundos do Governo do Estado e 50% da União.

Muito aplaudido pela população e bastante comovido, o ex-prefeito Castelo parabenizou o esforço do atual prefeito Ramon e de todos os demais envolvidos no processo de abertura do hospital, incluindo o ex-governador Luiz Henrique da Silveira. “Hoje vivemos um momento muito aguardado pela população. Que este hospital que está sendo inaugurado depois de muita luta e união de esforços possa cumprir com os seus principais objetivos, salvar vidas e proporcionar mais qualidade de vida às pessoas”, disse.

A presidente da Câmara Municipal, Salete Cardoso, destacou “o apoio unânime de todos os vereadores visando a abertura do hospital e que esta união da classe política, juntamente com a sociedade, possa ganhar ainda mais forças para que se faça desta unidade uma referência na região”.

Prefeito Ramon Wollinger fez discurso emocionado aos presentes - Foto Pedro Costa SECOMO Hospital de Biguaçu fará parte de uma rede de atendimento com as demais unidades hospitalares da região, sendo que cada uma atuará em áreas específicas: em Biguaçu serão realizadas cirurgias eletivas e pediatria; no Hospital Regional de São José serão cirurgias de média e alta complexidade, além de traumatologia; e no Hospital Florianópolis serão cirurgias ortopédicas.

O secretário de Estado da Saúde, João Paulo Kleinübing explicou que a inauguração do Hospital de Biguaçu marca “o início de um desafio, que é a reorganização da rede hospitalar da Grande Florianópolis, para que cada equipamento possa cumprir com o seu papel e sua vocação, promovendo mais agilidade no atendimento dos pacientes”.

Concretização de um sonho

 

Prefeito Ramon entregou homenagem ao ministro da Saúde, Arthur Chioro - Foto Kleber Damásio SECOM

Com muito entusiasmo e emoção, o prefeito Ramon Wollinger ressaltou que “hoje é um dia especial, pois esperamos cinco anos por esta data. Posso afirmar com orgulho, que faço parte da gestão mais eficiente que passou pela Prefeitura de Biguaçu”, citando obras como a Macrodrenagem Urbana, a UPA 24 Horas e a pavimentação de cerca de 200 ruas, além da previsão de mais 80 ainda neste ano.

“Hoje é dia de comemorar, de vibrar com a tão sonhada inauguração do nosso hospital, de agradecer a todos que lutaram conosco e possibilitaram a realização deste sonho, pois um sonho que se sonha sozinho é apenas um sonho, mas quando se sonha juntos, é o começo de uma realidade. E mais do que isso, àqueles que não acreditavam ou desmereciam este sonho: o bem sempre vai vencer o mal”, completou o prefeito.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gelson Merísio, afirmou que a inauguração do hospital “passou por duas grandes ações, a primeira que foi a obra física, que envolveu todos os esforços da Prefeitura e demais lideranças, e a segunda é a viabilização financeira e custeio da unidade, que contou com todo o respaldo do governador Raimundo Colombo e do Governo Federal, através do Ministério da Saúde. A abertura do Hospital de Biguaçu é uma vitória de toda a região e de toda Santa Catarina”.

A gestão do município foi elogiada pelo vice-governador, Eduardo Moreira. “Biguaçu com a gestão do ex-prefeito Castelo e atualmente com o prefeito Ramon, é uma cidade progressista, que segue num futuro de desenvolvimento. Com este novo hospital, a população do município e de toda região vai contar com mais conforto, segurança e tranquilidade no atendimento de saúde”.

O ministro Chioro parabenizou o entusiasmo do prefeito Ramon e afirmou que “Santa Catarina tem sido sempre um estado parceiro nas ações do Governo Federal. Trago o abraço da presidenta Dilma Rousseff, que nos solicitou que tratássemos com carinho e atenção a análise técnica e o apoio necessário para a inauguração do Hospital de Biguaçu, pois foi um compromisso que assumiu. Neste último mês participamos da inauguração de quatro hospitais: Goiânia, Cuiabá, João Pessoa e hoje aqui em Biguaçu, numa demonstração do esforço de qualificar o acesso dos pacientes em uma rede hospitalar organizada”.

Sobre o início dos atendimentos na unidade acontecer em fases, o ministro assegurou que “como especialista em gestão hospitalar, posso afirmar que não há como abrir um hospital 100% num dia apenas, é preciso seguir etapas, preparar as equipes e consolidar os processos de trabalho, seguindo uma estratégia para garantir qualidade e segurança de atendimento”.

O bispo emérito da arquidiocese de Florianópolis, Dom Vito Schlickmann, também prestigiou o evento, abençoando a abertura do hospital, bem como a capela da unidade, que recebeu da Associação Empresarial e Cultural de Biguaçu (Acibig) a doação de uma imagem de São Camilo, santo que dá nome à entidade filantrópica responsável pela gestão do hospital, a Beneficência Camiliana do Sul.

Após o discurso das autoridades, a solenidade seguiu com o descerramento da placa e o corte da fita de inauguração, finalizando com a visitação da população presente na estrutura interna do hospital, com área total de 7.000 m².

Autoridades presentes na inauguração do Hospital de Biguaçu - Foto Isaac Damásio SECOMPopulação presente em grande número no evento - Foto Kleber Damásio SECOM

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments