PREFEITURA DE GOVERNADOR CELSO RAMOS GANHA DESTAQUE NACIONAL COM O PROJETO DE EDUCAÇÃO NUTRICIONAL E AMBIENTAL

PREFEITURA DE GOVERNADOR CELSO RAMOS GANHA DESTAQUE NACIONAL COM O PROJETO DE EDUCAÇÃO NUTRICIONAL E AMBIENTAL

Projeto foi desenvolvido com alunos de pré ao quinto ano de todas as escolas da rede pública

O Projeto de Educação Nutricional e Ambiental realizado pela Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura de Governador Celso Ramos, ganha destaque na mídia estadual. Na última semana, o Jornal Diário Catarinense fez uma matéria destacando a importância do projeto e da consciência que ele está criando no município. Projeto esse que também teve destaque nacional no 8° Fórum Nacional de Alimentação Escolar em São Paulo.

O PROJETO

Consciente da importância da formação de hábitos alimentares saudáveis, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura realiza, desde o início do ano passado, o Projeto de Educação Nutricional e Ambiental, desenvolvido com alunos de pré ao quinto ano de todas as escolas da rede pública. O Projeto é coordenado pela Secretária de Educação Azenir Néia Porto Soares, pela Nutricionista Greice Daiane Ehrhardt e pela Bióloga Cristina Sant’Anna da rede municipal.

Fazer com que os alunos conheçam os alimentos e sua origem, incentivar o consumo de frutas e hortaliças, ajudá-los a formar hábitos alimentares saudáveis e promover o contato com a natureza são os objetivos do projeto. O trabalho está sendo realizado em parceria com os professores de educação ambiental, que são capacitados pelas coordenadoras.

As ações pedagógicas se dividem em diversos tipos de atividades lúdicas, como aulas práticas para que eles possam manusear, degustar e cheirar as frutas e hortaliças, aulas de culinária, visita a um sítio de um pequeno produtor rural local e construção de horta em cada escola. Foi entregue aos pais dos alunos um livro de receitas saudáveis confeccionado pela Secretaria de Educação para que possam dar continuidade em casa ao trabalho iniciado na escola. Segundo relatos de professores alunos que antes não comiam frutas e verduras porque não conheciam ou não tinham provado, adoraram, pelo fato de eles terem participado do preparo das receitas durante as aulas de culinária e também porque descobriram a importância dos alimentos estudados. Além disso, fez também com que os alunos começassem a pedir para os pais fazerem as receitas saudáveis em casa. “Trabalhar a origem dos alimentos é importante, pois proporciona um maior contato com a natureza, contribuindo assim com a formação de hábitos alimentares saudáveis”, afirma a bióloga.

“Com a formação de hábitos alimentares saudáveis promove-se a saúde, consegue-se reduzir o índice de obesidade e o risco de doenças cardiovasculares. Além de melhorar o rendimento escolar”, conclui a nutricionista.

Azenir Néia Porto Soares, afirma que “os resultados foram mais que satisfatórios, pois além de os alunos gostarem, que é a nossa ideia central, os pais também aprovaram e os dados mostraram que o consumo de hortifrutigranjeiros na merenda escolar aumentou depois da implantação do projeto”. Além disso, o trabalho foi selecionado como um dos 12 melhores do Brasil, sendo apresentado no 8° Fórum Nacional de Alimentação Escolar no mês de maio em São Paulo.

Leia mais em: www.jbfoco.com.br

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments