Selada conciliação entre Município e OMF em prol do Hospital de Biguaçu

Comissão Pró Hospital de Biguaçu

 

 

 

 

 

 

 

 

Selada conciliação entre Município e OMF em prol do Hospital de Biguaçu

O principal objetivo do encontro promovido pela CPHB (Comissão Pró Hospital de Biguaçu) entre Município e OMF (Organização Mundial da Família), na tarde do dia 22/08, foi alcançado e comemorado entre os participantes. Foi selada a conciliação entre as partes e a união de esforços para finalizar as obras no entorno e no interior do Hospital Regional da Comarca de Biguaçu. Também foram agendadas as próximas ações encabeçadas pela comissão, que foi instituída através de portaria amparada pela Secretaria Municipal de Saúde.

“A reunião não buscou apontar culpados, mas os erros cometidos, a fim de corrigi-los para inaugurar de vez o hospital”, resume o coordenador da CPHB, João Vianei. Da reunião, realizada na sede da Acibig e CDL, ficaram acertadas duas ações imediatas. Nomear técnicos do Município, OMF e da CPHB para realizar um diagnóstico técnico na obra. “Temos de ter uma noção de como a estrutura está hoje, tanto na parte interna, quanto na externa, pois a obra está parada há muito tempo e mexeram em várias coisas”, explica a presidente da OMF, Deisi Noeli Kusztra.

A visita técnica deve ser realizada em 15 dias. A ideia da comissão é acordar a continuidade da obra no entorno do hospital, até que seja divulgado o resultado da perícia solicitada pela OMF. Esta questiona a reprovação de alguns itens no projeto arquitetônico, feito por parte da Vigilância Sanitária do Estado. A médica, que se mostrou amistosa na luta pela finalização da obra e inauguração do hospital disse que, “uma vez sanada as arestas com a Vigilância Sanitária do Estado me comprometo a finalizar as obras em 60 dias”, afirmou Deisi. O projeto defendido pelas partes é o original, da OMF. 

Reunião com a Vigilância

A segunda ação estabelecida no encontro é buscar uma reunião com a diretoria da Vigilância Sanitária Estadual, a fim de apresentar a CPHB (Comissão Pró Hospital de Biguaçu), expor a conciliação entre Município e OMF e tentar o entendimento e a autorização do órgão para dar continuidade às obras do entorno. O grupo deve eleger quatro representantes para a primeira visita.

“Sugiro que a comissão se aproxime da Vigilância e mostre o trabalho que está fazendo, em que o interesse comum é abrir o hospital. Temos também de usar do princípio da economicidade, quanto menos mexer na obra menos dinheiro público será gasto”, observou o representante do Estado, o diretor de Saúde da SDR da Grande Florianópolis, Alessandro Garbelotto. No encontro também ficou acordado que um representante da OMF fará parte das reuniões semanais da CPHB, realizadas às quintas-feiras, às 9h, na sede da Acibig e CDL de Biguaçu.


Fontes: Assessoria em Comunicação CPHB

Comentários

Comentários

Powered by Facebook Comments